quarta-feira, 15 de junho de 2022

PF prende novo suspeito de envolvimento no desaparecimento de Bruno e Dom

Nova prisão foi informada pela Polícia Federal na
noite da terça-feira, 14. Divulgação/Polícia Federal

Oseney da Costa de Oliveira, conhecido como Dos Santos, é irmão de Amarildo de Oliveira, que também foi preso; vítimas estão desaparecidas há mais de uma semana

A Polícia Federal (PF) informou, na noite desta terça-feira, 14, que prendeu um novo suspeito de envolvimento no desaparecimento do jornalista britânico Dom Philips e do indigenista Bruno Araújo Pereira. Trata-se do pescador Oseney da Costa de Oliveira, conhecido como Dos Santos. Depois do interrogatório, ele vai passar por audiência de custódia na Vara Única de Atalaia, no Amazonas. Ainda de acordo com a PF, foram apreendidos alguns cartuchos de arma de fogo e um remo, que serão periciados. O primeiro suspeito preso foi Amarildo da Costa de Oliveira, de 41 anos, o “Pelado”, de quem Dos Santos é irmão – eles teriam agido juntos. Bruno e Dom desapareceram no domingo, 5, na região do Vale do Javari.

“O Comitê de crise, coordenado pela Polícia Federal/AM, informa que continuam as buscas fluviais e aéreas na região do Rio Itaquaí, em Atalaia do Norte/AM. Além disso, houve o cumprimento de 02 (dois) mandados de busca e apreensão expedidos pelo Poder Judiciário em Atalaia do Norte/AM, tendo sido apreendidos alguns cartuchos de arma de fogo e um remo, os quais serão objeto de análise. Por fim, informa a realização da prisão temporária de Oseney da Costa de Oliveira, vulgo “Dos Santos”, idade 41 anos, por suspeita de participação no caso juntamente com Amarildo da Costa de Oliveira, vulgo “Pelado”, que já se encontra temporariamente preso. Oseney da Costa de Oliveira está sendo interrogado e será encaminhado para audiência de custódia na Justiça de Atalaia do Norte/AM. As investigações continuam sendo realizadas de forma técnica, sem que esforços materiais e humanos sejam poupados para a completa elucidação dos fatos. Os órgãos federais e estaduais reforçam que não há nada mais importante do que a busca pelos senhores Bruno Pereira e Dom Phillips e reiteram a esperança de encontrá-los”, diz a íntegra da nota divulga pela PF.

Por Jovem Pan