quarta-feira, 1 de junho de 2022

Pernambuco: sobe para 106 o número de mortos por chuvas

Forças de segurança atuam em áreas de deslizamento
 para resgatar vítimas 
Foto: Corpo de Bombeiros de Pernambuco/Divulgação

Estado já contabiliza mais de 6 mil desabrigados; 24 municípios estão em situação de emergência

As chuvas que continuam no Estado de Pernambuco já vitimaram mais de 106 pessoas desde a quarta-feira 25. A informação foi atualizada pelo Corpo de Bombeiros nesta terça-feira, 31, quando foram achadas mais seis vítimas de deslizamento.

Três pessoas foram encontradas na Vila dos Milagres, no bairro do Barro, e outras três em Jardim Monte Verde, entre Jaboatão dos Guararapes e o Recife. No caso da capital, as buscas foram encerradas, pois todos os desaparecidos foram encontrados.

Os corpos estão sendo encaminhadas ao Instituto Médico Legal, onde serão feitas as perícias para identificação, assim como procedimentos de medicina legal, acolhimento e apoio aos familiares.

Com o novo número de mortes, caiu de 16 para dez o total de desaparecidos, sendo oito pessoas já identificadas e outras duas em investigação.

“Os trabalhos prosseguem sem descanso até que todos sejam encontrados. Com o encerramento de mais um local de buscas, concentramos esforços e efetivo nas outras três áreas de deslizamento, que são Vila dos Milagres, Areeiro e Curado IV, além de Jaboatão Centro e Paratibe (Paulista), onde procuramos duas pessoas possivelmente levadas pelas enchentes”, informou o secretário de Defesa Social, Humberto Freire.

Até a segunda-feira 30, a Defesa Civil de Pernambuco contabilizou 6.170 desabrigados por conta de enchentes e deslizamentos.

No total, 24 municípios decretaram situação de emergência. São eles: Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São José da Coroa Grande, Moreno, Nazaré da Mata, Macaparana, Cabo de Santo Agostinho, São Vicente Ferrer, Paudalho, Paulista, Goiana, Timbaúba, Camaragibe, São Lourenço da Mata, Abreu e Lima, Araçoiaba, Igarassu, Aliança, Glória do Goitá, Vicência, Bom Jardim, Limoeiro e Passira.

Redação Oeste