sexta-feira, 10 de junho de 2022

Macaé define retorno de máscaras em escolas, repartições públicas, unidades de Saúde e asilos.

A nova medida foi anunciada pelo prefeito Welberth Rezende nesta quinta-feira (9) durante live

O retorno da obrigatoriedade do uso de máscaras em instituições de ensino (público e privada), unidades de Saúde, repartições públicas do município, asilos e instituições de longa permanência representa a primeira medida adotada pelo governo municipal diante do novo cenário da pandemia da Covid-19 em Macaé.

A nova medida foi anunciada pelo prefeito Welberth Rezende nesta quinta-feira (9) durante live, ao apresentar também os novos dados epidemiológicos identificados pela equipe da Secretaria de Saúde que apontam o crescimento da taxa de positividade da Covid-19 na cidade.

“Estamos monitorando o cenário da pandemia de forma constante e definimos ações que possam reduzir esse novo índice de novos casos. O retorno das máscaras nesses ambientes é o protocolo apontado por nossa equipe de Saúde como estratégia de proteção da população que precisa garantir também o esquema completo da vacinação contra a Covid-19”, alertou o prefeito.

Na transmissão, Welberth apresentou também o resultado da busca ativa de novos casos da Covid-19 através da testagem em massa realizada pela Secretaria de Saúde nesta quinta no Calçadão da Avenida Rui Barbosa. Das 188 pessoas testadas, 33 apresentaram resultados positivos, o que corresponde a quase 18%.

“Vamos repetir essa estratégia na próxima semana para acompanhar e mapear o cenário da pandemia na cidade. O mais importante neste momento é garantir a vacinação, testar os pacientes sintomáticos e direcionar os casos positivos para o isolamento”, afirmou Dr. Luiz Carlos Braga, Secretário de Atenção Básica.

Além do retorno da obrigatoriedade do uso de máscara nesses ambientes, a Saúde definiu também a suspensão de visitas presenciais no HPM e demais unidades de emergência e urgência, além da suspensão das cirurgias eletivas, medida necessária para assegurar leitos de enfermaria e CTI para atender novos possíveis casos de pacientes da COVID-19.

“Estamos readequando o hospital para assegurar a assistência plena a nossa população. Todos os pacientes admitidos em nossas unidades estão sendo testados como protocolo para conter o contágio nesses locais”, explicou Dra. Mayara Rezende, Secretária de Alta e Média Complexidades.

Nesta quinta, dois óbitos por Covid-19 foram registrados por Macaé que conta também com um paciente internado na CTI e 15 internados na enfermaria.

“Os nossos profissionais seguem a frente de todas as decisões nas ações de enfrentamento à pandemia. Todo o nosso trabalho prima pela transparência e vamos manter o diálogo franco e aberto com toda a sociedade. Só assim vamos conseguir vencer mais esta etapa”, afirmou Alexandre Cruz, Secretário de Saúde.