sexta-feira, 17 de junho de 2022

Lira critica novo reajuste nos combustíveis: ‘Guerra ao povo’

Lira quer a privatização da Petrobras
Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Presidente da Câmara dos Deputados convocará uma reunião com líderes partidários para discutir a política de preços da Petrobras

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), fez críticas à Petrobras na noite desta quinta-feira, 16, depois de o Conselho de Administração da petrolífera aprovar mais um aumento no preço dos combustíveis.

“A República Federativa da Petrobras, um país independente e em declarado estado de guerra em relação ao Brasil e ao povo brasileiro, parece ter anunciado o bombardeio de um novo aumento nos combustíveis”, disse o parlamentar, em suas redes sociais.

Lira é um dos defensores da privatização da estatal e já levou o tema para discussão na Câmara. Ele criticou o novo reajuste porque o Congresso Nacional aprovou, nesta semana, um projeto que reduz a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre energia elétrica, transportes, comunicações e gás natural.

“Enquanto tentamos aliviar o drama dos mais vulneráveis nessa crise mundial sem precedentes, a estatal brasileira que possui função social age como amiga dos lucros bilionários e inimiga do Brasil”, afirmou o presidente da Câmara.

Na segunda-feira 20, Lira promete convocar uma reunião com líderes partidários no Legislativo para debater a política de preços da Petrobras. “Política da Petrobras, que pertence ao Brasil — e não à diretoria da Petrobras”, observou.

Heitor Mazzoco