quarta-feira, 22 de junho de 2022

Grupo israelense planeja fabricar fertilizantes especiais no Brasil

Fertilizantes são fundamentais para agricultura
Foto: Divulgação/Embrapa

Produtos ganharam mercado com a invasão à Ucrânia

A Haifa Group, multinacional israelense de fertilizantes especiais, planeja produzir no Brasil. O anúncio foi feito por Motti Levin, CEO da companhia, nesta terça-feira, 31.

“Enxergamos diversas oportunidades de mercado e entendemos que há a necessidade de ter uma produção local, que fornecerá para toda a América Latina”, disse Levin, em coletiva de imprensa. A Haifa é líder global na produção de nitrato de potássio e em soluções especiais de nutrição vegetal.

A empresa já possui fábricas em Israel, França, Estados Unidos e Canadá, segundo o portal Terra. De acordo com Levin, o grupo busca uma parceria estratégica para realizar o planejamento da planta local.

Gustavo Branco, diretor da Haifa South America, afirmou que os agricultores brasileiros estão adotando de forma “muito significativa” as novas tecnologias especiais. “Estamos falando em produtividade de mais de dois dígitos em relação ao uso de fertilizantes convencionais”, disse. “Com isso, há melhores rendimentos financeiros, pois o produtor faz mais com menos e não há desperdício.”

Ele avalia que a atual conjuntura, com a guerra entre Rússia e Ucrânia, trouxe destaque aos fertilizantes especiais como alternativa aos produtos tradicionais. “Quando se fala de fertilizantes especiais, estamos falando de quilos, e não toneladas, o que melhora a logística, a armazenagem e a disponibilidade”, explicou.

Atualmente, a subsidiária brasileira da Haifa conta com oito filiais. Elas estão distribuídas na Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo. A unidade brasileira da fabricante de adubos especiais atende também Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai.

Redação Oeste