quinta-feira, 2 de junho de 2022

Dilma sobre Alckmin, que apoiou impeachment: ‘Homem decente’

Dilma se encontrou com ex-desafeto Alckmin 
 Foto: Reprodução

Ex-presidente e ex-governador de São Paulo se encontraram no RS

A ex-presidente da República Dilma Rousseff (PT) elogiou o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB), que à época do processo de impeachment, em 2016, foi um dos apoiadores do afastamento da petista. Seis anos depois de ser destituída da Presidência da República, Dilma “perdoou” o ex-tucano.

“Homem decente, de princípios e valores. Um democrata, que nessa parceria com os outros sete partidos, vai nos levar ao combate fundamental dessas últimas décadas”, afirmou a petista sobre Alckmin, durante evento da pré-campanha de Luiz Inácio Lula da Silva em Porto Alegre (RS).

Alckmin, que ainda demonstra certo desconforto ao ficar próximo de seus antigos opositores, falou pouco no evento. Mas retribuiu os elogios: “Mulher guerreira, honesta, correta, presidente Dilma”, disse.

Nessa terça-feira 31, em entrevista à rádio Band de Porto Alegre, Lula disse que Alckmin nunca apoiou o impeachment contra Dilma.

“Não fale isso, que não é verdade [questionar que Alckmin foi favorável ao impeachment]. O Geraldo Alckmin não só era contra, como ele pediu um parecer de um advogado, que deu um parecer contra o impeachment. Não, por favor, não digam isso [que era favorável]. O Alckmin é um homem de bem e um companheiro que vai me ajudar de forma extraordinária a consertar este país”, disse Lula.

Em 2016, Alckmin apoiou afastamento de Dilma

Em entrevista ao SBT, à época, Alckmin disse que o “PSDB agiu corretamente ao votar favorável ao impeachment. Temos o dever de apoiar o governo, possível governo Temer aí na frente”.

Heitor Mazzoco