quinta-feira, 2 de junho de 2022

Barroso cancela depoimento de Paulo Guedes à Polícia Federal

Ministro da Economia, Paulo Guedes 
Foto: Washington Costa/ASCOM/ME

O ministro da Economia foi convocado a falar em inquérito que investiga o senador Renan Calheiros (MDB-AL)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso cancelou o depoimento do ministro da Economia, Paulo Guedes, à Polícia Federal, no âmbito de um inquérito que investiga o senador Renan Calheiros (MDB-AL), em razão de supostas fraudes no fundo de pensão dos Correios, o Postalis, entre 2010 e 2016.

De acordo com o STF, na petição em que solicitou a dispensa, Paulo Guedes sustentou que não tem nenhuma relação com o objeto da investigação e que não foi mencionado em nenhuma página do processo ou indicado como testemunha pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

O ministro da Economia disse ainda que a Polícia Federal não esclareceu aos seus advogados e não forneceu cópia dos autos que justificassem a intimação.

Ao decidir o pedido de Guedes, Barroso destacou que é direito do advogado ter acesso aos elementos de prova que constam nos processos, mesmo que o pedido seja feito por advogado de testemunha. “Nesse caso, a autoridade policial poderá resguardar os documentos sigilosos relativos a outras diligências em curso”, afirmou o ministro do STF.

Apesar do cancelamento do depoimento, que aconteceria nesta quarta-feira, 1º, Barroso disse que eventuais convites futuros podem ocorrer.

Redação Oeste