sexta-feira, 6 de maio de 2022

Comissão de Segurança Alimentar da Alerj vai fiscalizar restaurantes, presídios e quartéis

Foto: Octacílio Barbosa 

Decisão foi tomada durante reunião que empossou o deputado Alexandre Knoploch como novo presidente do colegiado

A Comissão de Segurança Alimentar da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vai ampliar a fiscalização em estabelecimentos que comercializam alimentos. Além de supermercados e restaurantes, deverão ser incluídos quartéis da Polícia Militar e unidades prisionais e cozinhas de grandes indústrias. A decisão foi tomada durante reunião que confirmou o deputado Alexandre Knoploch (PSC) na presidência da Comissão, nesta quinta-feira (5), no auditório do Alerjão.

“Fiscalizar é um importante trabalho conjunto que precisamos promover. A proposta é traçar um roteiro de demandas a priorizar e convidar também representantes de órgãos públicos e concessionárias de serviços públicos para as reuniões”, informou Knoploch.

 Segundo o deputado, serão normatizadas e intensificadas as fiscalizações, que deverão reunir também representantes do Corpo de Bombeiros e de concessionárias de serviços públicos. A vice-presidente da comissão, deputada Lucinha (PSD), defendeu ainda que, nos municípios onde não há Vigilância Sanitária municipal, a Vigilância estadual seja acionada.

Também integrante da Comissão, Giovani Ratinho (SDD) sugeriu que seja fiscalizado o rancho dos policiais. “Como os quartéis não têm acompanhamento nutricional, muitos desses policiais acabam ficando obesos. Por isso a necessidade de incluir a fiscalização sanitária também em presídios e batalhões”, destacou.