Allan dos Santos recria canal Terça Livre

Allan dos Santos, em seu primeiro vídeo no novo canal 
 Foto: Reprodução

Em outubro do ano passado, o ministro do STF Alexandre de Moraes determinou a prisão preventiva do jornalista  

O jornalista Allan dos Santos criou um novo canal no YouTube, também chamado de Terça Livre, onde publicou o primeiro vídeo no domingo 8, intitulado Calar Não É uma Opção. O perfil já conta com 12 mil inscritos.

Em outubro de 2021, o jornalista teve sua prisão determinada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), no âmbito de um inquérito para apurar atos como “atacar integrantes de instituições públicas, desacreditar o processo eleitoral brasileiro e reforçar o discurso de polarização”.

Entretanto, Allan já se encontrava nos Estados Unidos desde 2020, o que impossibilitou a efetivação de sua prisão. Moraes chegou a solicitar que a Organização Internacional de Polícia Criminal prendesse Santos, o que ainda não aconteceu. O jornalista também foi alvo do inquérito das fake news, aberto pelo Supremo para investigar críticos da Corte.

-Publicidade-

“Em junho, completará dois anos que eu não vejo minha família. Há dois anos, a Polícia Federal invadiu minha casa quando meu filho, Pedro, estava na barriga da minha esposa, no quarto mês”, afirma Santos, no vídeo. “O Dia das Mães é sempre um dia muito difícil, mas nesses dias é importante você tomar uma atitude”, acrescentou.

Julgamento

Na última quinta-feira, 5, o ministro do STF Kassio Nunes Marques pediu mais tempo para avaliar um pedido de habeas corpus em favor de Allan dos Santos que acontecia no plenário virtual da Corte. Com isso, a análise foi interrompida e não tem data para ser retomada. Os magistrados julgam se o jornalista continuará com suas redes sociais e contas bancárias suspensas.

Confira o vídeo:

Redação Oeste

Postagem Anterior Próxima Postagem