Trabalhador de Alagoa Grande morre ao cair de marquise de predio na BR-230

Um trabalhador natural da cidade de Alagoa Grande morreu ao cair de um andaime na manhã desta quinta-feira (21), no município de Cabedelo, no Litoral Norte da Paraíba. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) disse que a queda de 7,5 metros não deu chances de socorro à vítima.

De acordo com testemunhas, Josehildon da Silva, mais conhecido por Nego Dinha, de 30 anos, sentiu-se mal antes da queda. Ele fazia a manutenção do telhado de uma empresa, localizada às margens da BR-230. No local, a esposa do homem informou que esse era o segundo dia de trabalho do marido.

A perícia deve investigar as causas do acidente e se o trabalhador fazia uso dos equipamentos de proteção.

Crise epiléptica

De acordo com o advogado da empresa, Ramon Lima, o homem teria apresentado uma crise epiléptica antes de cair.

O advogado da empresa que contratou o trabalhador informou que todos os trabalhadores estavam utilizando Equipamento de Proteção Individual (EPI), mas que, conforme relatos de outros trabalhadores, o homem que caiu teria retirado o cinto de segurança específico para situação. Ele foi contrato para prestar um serviço de forma pontual, para uma finalidade específica, mas não mantinha vínculo com a empresa.

O Samu e a Polícia Militar estiveram no local e agora a empresa aguarda uma equipe do Instituto de Polícia Científica (IPC) para realizar a perícia no local, além de adotar as medidas necessárias de apoio à família.

Blog do Rildo com informações do Click Pb
Postagem Anterior Próxima Postagem