STF julga ação penal contra Daniel Silveira nesta quarta-feira

Deputado foi preso pela primeira vez em fevereiro de 2021. 
Gabriela Biló/Estadão Conteúdo

Deputado federal é acusado de fazer graves ameaças a ministros, impedir o livre exercício dos poderes e incitar animosidade entre as Forças Armadas e instituições civis

O Supremo Tribunal Federal (STF) julga na próxima quarta-feira, 20, a ação penal contra o deputado federal Daniel Silveira, que segue em uso de tornozeleira eletrônica após ser preso por insultar ministros da Suprema Corte. O Ministério Público Federal acusa o parlamentar de fazer graves ameaças aos ministros, impedir o livre exercício dos poderes, incitar animosidade entre as Forças Armadas e instituições civis e de coação. O deputado foi preso pela primeira vez em fevereiro de 2021, depois de divulgar um vídeo com ameaças e ofensas a ministros, além de defender medidas antidemocráticas. Desde então, entre prisões e solturas, há cerca de 15 dias ele voltou a usar o equipamento de monitoramento eletrônico, após determinação do ministro Alexandre de Morares.

Por Jovem Pan

Postagem Anterior Próxima Postagem