Menina de 11 anos perde a perna após ser atropelada por carro alegórico no Rio

Policiais próximos ao carro alegórico envolvido em
 um acidente ocorrido no Sambódromo da Marquês 
de Sapucaí, no centro do Rio de Janeiro. 
JOAO GABRIEL ALVES/ENQUADRAR

Acidente aconteceu na Rua Frei Caneca após veículo deixar a área de dispersão do Sambódromo; quadro de saúde é considerado ‘grave’, mas a garota não corre risco de perder a outra perna

Uma menina de 11 anos teve uma perna amputada após ser atropelada por um carro alegórico em área próxima ao Sambódromo da Marquês de Sapucaí, no centro do Rio de Janeiro. A garota foi esmagada contra um poste após o veículo carnavalesco da Em Cima da Hora, escola de samba do grupo de acesso, fazer uma manobra na área de dispersão do Carnaval 2022. Em nota, a assessoria da Prefeitura da capital fluminense informou que a menina foi atendida em um dos postos médicos montados pela Secretaria Municipal de Saúde na região e, posteriormente, encaminhada ao Hospital Municipal Souza Aguiar, “onde passou por cirurgia e segue internada”.  Ela teve traumatismos e uma parada cardiorrespiratória e o quadro de saúde é considerado grave. No entanto, segundo informações do repórter Rodrigo Viga, da Jovem Pan News, a adolescente não corre mais risco de perder a outra perna. Também por meio de comunicado, a Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Lierj) e a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) se solidarizaram com a família da vítima. De acordo com as entidades, o acidente aconteceu na Rua Frei Caneca, no Estácio, após o carro deixar a área de dispersão do desfile. “Equipes das Ligas e da Escola acompanham o caso na unidade hospitalar ao lado da família desde o primeiro instante e também colaboram com as autoridades. Nesse momento, é preciso esperar a apuração da perícia e autoridades para novos esclarecimentos”.

Por Jovem Pan

Postagem Anterior Próxima Postagem