Alexandre de Moraes: ‘O indulto é um ato privativo do presidente da República’

Há quatro anos, ministro do STF defendeu a legitimidade
 de um indulto natalino | Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Em 2018, o ministro do STF votou a favor de um perdão natalino de Michel Temer

Em 2018, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes disse que o indulto presidencial “é ato de clemência constitucional e privativo do presidente da República”. “Podemos gostar ou não, assim como vários parlamentares também não gostam quando o STF declara inconstitucionalidade de leis ou emendas, mas existe”, sustentou o magistrado, ao votar a favor do indulto natalino do então presidente Michel Temer. Assista:

Nesta quinta-feira, 21, o presidente Jair Bolsonaro usou dessa prerrogativa para conceder graça (o indulto individual) ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ). O parlamentar fora condenado na véspera a 8 anos e nove meses de prisão pelo plenário do STF.

Cristyan Costa

Postagem Anterior Próxima Postagem