Zelensky suspende partidos políticos pró-Rússia na Ucrânia

Volodymyr Zelensky anunciou decisão em vídeo
 neste domingo Partido Plataforma de Oposição, 
que tem 44 das 450 cadeiras no Parlamento da Ucrânia,
 será o mais afetado pela decisão.  
HANDOUT / UKRAINIAN PRESIDENTIAL 
PRESS SERVICE / AFP - 15/03/2022

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky decidiu suspender 11 partidos políticos pró-Rússia no país por meio da Lei Marcial. A decisão foi divulgada neste domingo, 20, pelo próprio presidente em um de seus tradicionais vídeos. “Dada a guerra em larga escala travada pela Federação Russa e as ligações de algumas estruturas políticas com este Estado, toda e qualquer atividade de vários partidos políticos é suspensa durante a lei marcial”, afirmou Zelensky. O partido Plataforma de Oposição, que tem 44 das 450 cadeiras no Parlamento da Ucrânia, será o mais afetado pela decisão. Seu líder, Viktor Medvedchuck, é bem próximo ao presidente russo Vladimir Putin. Zelensky também falou em seu vídeo que os bombardeios em Mariupol, cidade portuária, são “um terror que será lembrado por séculos”. No início deste domingo, uma escola de arte que servia de abrigo para 400 pessoas foi bombardeada – mulheres, crianças e idosos que estavam no local estão soterradas em escombros, de acordo com a administração da cidade. “Fazer isso com uma cidade pacífica… O que os ocupantes fizeram é um terror que será lembrado por séculos”, disse Zelensky. O mandatário ucraniano também defendeu uma saída diplomática para o conflito, que ocorre desde o dia 24 de fevereiro.

Por Jovem Pan

Postagem Anterior Próxima Postagem