Trudeau é alvo de críticas no Parlamento Europeu: ‘Uma desgraça’

Justin Trudeau, o primeiro-ministro do Canadá
 Foto: Reprodução/Flickr

Christine Anderson, deputada alemã, e Mislav Kolakusic, deputado croata, afirmaram que o premiê canadense viola direitos civis

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, foi alvo de críticas durante sessão realizada na última quarta-feira, 23, no Parlamento Europeu. Depois de discursar na tribuna, diante de uma plateia repleta de líderes políticos, o premiê passou a palavra aos parlamentares dos países do continente.

A deputada alemã Christine Anderson, por exemplo, lastimou a postura de Trudeau diante das manifestações realizadas por caminhoneiros canadenses.

Assista ao vídeo abaixo, com a tradução no corpo do texto.

 “Gostaria de salientar que seria mais apropriado ao Senhor Trudeau se dirigir a esta casa de acordo com o artigo 144, especificamente feito para debater violações de direitos humanos, à democracia e ao Estado de Direito”, disse Anderson. “Que é, claramente, o caso do Senhor Trudeau. Novamente, trata-se de um primeiro-ministro que diz abertamente admirar a ‘ditadura básica’ da China, que viola os direitos fundamentais ao perseguir e criminalizar seus próprios cidadãos, considerando-os como terroristas, apenas por que ousam se levantar contra seu conceito pervertido de democracia. Trudeau não deveria ser permitido a falar nesta casa. Senhor Trudeau, és uma desgraça para qualquer democracia! Por favor, poupe-nos de sua presença.”

O deputado croata Mislav Kolakusic foi além e afirmou que Trudeau transformou o Canadá num símbolo de violações de direitos civis.

Assista ao vídeo abaixo, com a tradução no corpo do texto.

“A liberdade, o direito de escolha, o direito à vida, o direito à saúde e o direito ao trabalho, para muitos de nós, são direitos fundamentais”, afirmou Kolakusic. “É por esses direitos que milhões de cidadãos europeus deram a vida. Para defender nossos direitos e os direitos de nossos filhos, que adquirimos ao longo de séculos, muitos de nós, inclusive eu, estamos dispostos a arriscar nossa liberdade e nossas próprias vidas. Infelizmente, há aqueles entre nós que pisoteiam esses valores fundamentais. O Canadá, uma vez símbolo do mundo moderno, tornou-se um símbolo de violações dos direitos civis. Vimos como o país atropela, com cavalo, as mulheres. Assistimos à maneira como o país bloqueia as contas bancárias de pais solteiros, de modo que não consigam pagar nem a escola nem os remédios de seus filhos, tampouco pagar serviços públicos ou a hipoteca de suas casas. Para vocês, isso pode ser um método liberal, mas, para a maioria dos cidadãos do mundo, é uma ditadura da pior espécie. Tenham certeza de que todas as pessoas do planeta, unidas, podem parar qualquer regime que queira destruir a liberdade dos cidadãos, seja por meio de bombas seja por meio produtos farmacêuticos nocivos.”

Edilson Salgueiro

Postagem Anterior Próxima Postagem