terça-feira, 15 de março de 2022

SBT decide manter Danilo Gentili após polêmica de filme

Gentili deve permanecer no SBT 
 Foto: Reprodução/Mídias Sociais

Emissora estava preocupada com a reação que o episódio poderia causar, sobretudo depois de uma manifestação de Daniela Beyruti, filha de Silvio Santos

O assunto do dia nos corredores do SBT foi o apresentador Danilo Gentili. Tudo causado por conta do filme Como se Tornar o Pior Aluno da Escola, baseado em um livro homônimo escrito por Gentili e que chegou ao Netflix em fevereiro. Desde o fim de semana, um trecho da produção tem causado barulho com uma cena estrelada por Fábio Porchat.

Na produção, Porchat vive Cristiano, homem com desvios sexuais e dono do caderno que o ex-colega (Danilo Gentili) roubou na escola para escrever um guia. Na cena em questão, Cristiano pede a dois garotos que encerrem uma discussão o estimulando com masturbação. Com classificação etária de 14 anos na plataforma de streaming, o trecho foi compartilhado incontáveis vezes nas redes sociais até levantar a hashtag #PedofiliaNaNetflix entre os assuntos mais comentados do Twitter na manhã desta segunda-feira.

A preocupação entre diretores do programa The Noite e do SBT era a reação que o episódio poderia causar internamente, sobretudo depois de uma manifestação de Daniela Beyruti, filha de Silvio Santos e ex-diretora artística do canal. ”Nojo de quem escreveu, nojo de quem produziu, nojo de quem dirigiu, nojo de quem atuou!”, escreveu.

A direção do SBT avaliou e decidiu que nada acontecerá com Danilo Gentili, até o momento, sobre o episódio por três motivos: 1. o filme em questão foi produzido e lançado em 2017; 2. a opinião de Daniela Beyruti é uma visão pessoal dela, mas não do conselho artístico do SBT; 3. o programa de Gentili traz bons resultados, sobretudo de audiência, atraindo um público jovem para uma emissora que está longe de atingir essa faixa etária. As gravações do programa de Danilo Gentili ocorreram nesta segunda-feira, 14, no SBT e as próximas seguirão normalmente. Procurado por Oeste, a Comunicação do SBT não se manifestou.

Bruno Meyer