Rússia bloqueia plataforma de notícias Google News

Google havia proibido anteriormente que veículos 
oficiais russos lucrassem com anúncios em suas 
plataformas. REUTERS/Mike Blake/File Photo

Órgão de controle de mídia diz que recurso permitia notícias ‘inautênticas’ sobre a ação na Ucrânia

O órgão regulador de mídia da Rússia, o Roskomnadzor, bloqueou nesta quarta, 23, a plataforma de notícias Google News, que pertence à gigante de tecnologia americana Alphabet. De acordo com a agência ucraniana Interfax, o órgão considerou que o Google News permitia que notícias sobre a guerra fossem publicadas, que a Rússia afirma que são falsas. “O recurso de notícias online americano em questão forneceu acesso a inúmeras publicações e materiais contendo informações inautênticas e publicamente importantes sobre o curso da operação militar especial no território da Ucrânia”, justificou o gabinete do procurador-geral da Rússia ao pedir o bloqueio da plataforma. O país aprovou uma lei que proíbe de desacreditar os militares russos, ou mesmo chamar o que está ocorrendo na Ucrânia de ‘guerra’ – Moscou trata o assunto como uma ‘operação militar especial’. A Google já havia proibido anteriormente que veículos de comunicação oficial russos lucrassem com anúncios em suas plataformas, e outras plataformas ocidentais, como o Instagram, já haviam sido bloqueadas por determinação oficial do país.

Por Jovem Pan

Postagem Anterior Próxima Postagem