Joe Biden ataca Vladimir Putin e o acusa de ser um ‘ditador assassino’

Joe Biden continuou a ofensiva contra o presidente 
da Rússia, Vladimir Putin. EFE/EPA/Al Drago / POOL

Presidente dos Estados Unidos já havia declarado recentemente que o líder russo era um ‘criminoso de guerra’

O presidente dos Estados UnidosJoe Biden, realizou um pronunciamento na tarde desta quinta-feira, 17, e atacou o mandatário russoVladimir Putin. Segundo o chefe da Casa Branca, o líder do Kremlin é um “ditador assassino” e um “bandido”. A afirmação ocorre após o democrata alegar que Putin não deseja diminuir os ataques, mas sim devastar a Ucrânia. “Ele está bombardeando hospitais e escolas. É muito triste, os russos estavam mantendo pacientes e médicos reféns em Mariupol”, afirmou o norte-americano. A escalada na ofensiva ocorre após outro ataque do governo ocidental. Na última quarta, Biden chamou o adversário de “criminoso de guerra”. O governo russo classificou as recentes declarações como “imperdoáveis” e “inaceitáveis”. Antony Blinken, secretário de Estado do governo norte-americano, também acusou o Kremlin de cometer crimes de guerra. De acordo com o político, é possível afirmar que as “forças russas” estão “deliberadamente, intencionalmente mirando em civis e jornalistas”.

Por Jovem Pan

Postagem Anterior Próxima Postagem