‘Entregas do crime’: assaltantes se disfarçam de motoboys e roubam moradores em SP

Ações dos falsos entregadores ocorreram entre
fevereiro e março. 
REPRODUÇÃO


Câmeras de monitoramento registraram ação dos grupos no Jardim Prudência, zona sul da capital paulista. Veja vídeo

Moradores do bairro Jardim Prudência, região próxima ao Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, já não sabem diferenciar entregadores de criminosos. Isso porque, nos últimos dois meses, houve ao menos quatro roubos na rua – todos envolvendo criminosos disfarçados de entregadores. As câmeras de monitoramento da rua registraram os crimes, a maioria deles, em plena luz do dia.

A primeira ação foi registrada no dia 6 de fevereiro, em um domingo, por volta de 13h45. Vitor Pavão e sua esposa, estavam voltando para casa quando foram abordados por três motoqueiros. Um deles usava uma mochila do Ifood. Os suspeitos levaram o dinheiro e celulares das vítimas. Como o roubo ocorreu em uma esquina, as câmeras registraram apenas a fuga do trio.

No dia 19 de fevereiro, um sábado, por volta de 12h00, o suspeito, em uma motocicleta, estacionou na entrada da garagem de um condomínio e abordou um casal. Com a arma em punho ele anunciou o assalto. Assustado, o homem correu e a mulher jogou o celular no chão e também fugiu. O criminoso, que usava uma mochila do Ifood, pegou o celular do chão e deixou o local.

No dia 26 de fevereiro, outro sábado, por volta de 19h50, um homem com um cão e uma senhora estavam na frente de um dos condomínios da rua Flecha, quando foram surpreendidos por um motoqueiro, que também usava uma mochlia da Ifood. Armado, ele pediu o celular das vítimas.

O cachorro que estava com o homem chegou a avançar no criminoso, como mostram as imagens. Ele aponta a arma para o cão, mas o dono consegue puxar o animal. O suspeito levou o celular das duas vítimas.

Já no dia 12 de março, dois motoqueiros, um deles também com a mochila do Ifood, cercaram quatro mulheres, uma delas estava com um bebê em um carrinho. Calmamente o suspeito desceu da motocicleta e pegou o celular de todas as vítimas.

Os moradores da região estão assustados com a onda de roubos que acontece na rua e pedem uma reportagem.

A reportagem solicitou uma nota à Polícia Militar sobre os casos, e aguarda o retorno da corporação.

André Carvalho, da Agência Record

Postagem Anterior Próxima Postagem