‘Manifestação da PF confirma aquilo que a gente já dizia na CPI’, diz senador Marcos Rogério

Marcos Rogério comemorou relatório da PF. 
Jefferson Rudy/Agência Senado 

Parlamentar falou sobre o relatório da Polícia Federal e o caso Covaxin em entrevista ao programa Os Pingos Nos Is

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) disse nesta segunda-feira, 31, que a manifestação da Polícia Federal sobre o caso Covaxin confirmou o que ele e outros parlamentares já diziam durante a CPI da Covid-19. O relatório da PF concluiu que o presidente Jair Bolsonaro (PL) não cometeu crime de prevaricação. “Essa manifestação da PF confirma aquilo que a gente já dizia no âmbito da CPI. Acusaram o presidente Bolsonaro de vários crimes, sem provas, sem crime, apenas narrativas acusatórias dentro de um jogo pré-eleitoral tentando enfraquecer a imagem do presidente”, declarou em entrevista ao programa Os Pingos Nos Is, da Jovem Pan News. Marcos Rogério também criticou a possível abertura de uma nova CPI da Pandemia, solicitada pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL). “Não vejo nenhuma razão para se prolongar o constrangimento que foi a CPI da Pandemia. Não há espaço para isso. O momento agora é de unirmos forças para continuar o combate à pandemia e fazer com que o Brasil supere essa situação do ponto de vista social, econômico e epidemiológico”, opinou. 

Por Jovem Pan

Postagem Anterior Próxima Postagem