Fundação Rio das Ostras de Cultura inicia campanha de devolução de livros na Biblioteca Municipal com anistia

A devolução dos livros pode ser efetuada diretamente
 na unidade. Foto: Divulgação

O mês de fevereiro começa com uma boa notícia para os usuários da Biblioteca Municipal que estão atrasados com a entrega de livros na unidade. Durante todo o mês, a Fundação Rio das Ostras de Cultura promove a Campanha “Terminou de ler? Hora de devolver!” de devolução de livros com anistia total da multa pelo atraso.

De acordo com a bibliotecária Rízia Gidalte, cerca de 800 livros que fazem parte do acervo da Biblioteca não foram devolvidos e ainda estão de posse dos usuários. Com a campanha, o leitor vai poder devolver a obra de graça, sem ter que pagar a multa. A entrega pode ser efetuada de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, na própria unidade.

A iniciativa da Campanha partiu da presidente da Fundação de Cultura, Cristiane Regis. “Acreditamos que muitos atrasos foram causados pela pandemia. A Biblioteca ficou fechada durante um período e isso também contribuiu. A nossa ideia é dar essa oportunidade às pessoas que ainda estão com livros em suas residências e, de repente, não têm condições de pagar a multa. Todo mundo vai sair ganhando porque ninguém vai precisar gastar nada, o livro vai voltar para as prateleiras e novas pessoas terão oportunidade de pegar grandes obras”, informou.

BIBLIOTECA MUNICIPAL – Criada em 1995, a Biblioteca ganhou sede própria no ano de 2000. Em seu acervo constam cerca de 46 mil títulos entre obras literárias, didáticas e referenciais, além de material em audiobook para deficientes visuais. A Biblioteca ainda promove exposições, oficinas de leitura e escrita e o Projeto Encontros Literários.

Quem quiser retirar um livro para leitura, pode entrar como sócio na Biblioteca. Basta apenas apresentar Carteira de Identidade, CPF, comprovante de residência (conta de água, luz ou telefone) e uma foto 3X4. A vantagem de ser sócio é ter acesso a todo acervo da Biblioteca, sem pagar nada, totalmente gratuito, além de poder conhecer grandes obras e autores da literatura nacional e internacional.

É importante ressaltar que uma biblioteca não pode ser vista apenas como um depósito de escritos, mas acima de tudo como um espaço voltado a pesquisas para construção de saberes, ou seja, um espaço em que a sociedade em geral tenha o hábito de frequentar. O papel social das bibliotecas, além da disseminação da informação, é também, a inserção das comunidades em geral ao conhecimento e suas práticas.

Postagem Anterior Próxima Postagem