quarta-feira, 23 de fevereiro de 2022

DRACO realiza prisão após flagra de milícia em Rio das Ostras e Tamoios

Cidade da Polícia, na Zona Norte do Rio
 (Foto: Tatiana Campbell / Super Rádio Tupi)

A Secretaria de Polícia Civil, por intermédio de policiais civis lotados na Delegacia de Repressão a Ações Criminosas Organizadas (DRACO-IE), realizou ações nos municípios de Cabo Frio e Rio das Ostras, sob coordenação do Delegado Titular Dr. Thiago Neves. As ações visavam o mapeamento e o monitoramento das regiões em virtude de diversas denúncias que tem sido encaminhadas a esta especializada, relativas a implantação de um grupo paramilitar (milícia) na região dos lagos.

Reprodução

Conforme denúncia, a organização criminosa está cobrando taxas de comerciantes e motoristas de transporte alternativo, utilizando como meio para a obtenção do lucro a violência e/ou grave ameaça. Durante uma campanha realizada pela equipe, P.C.R.D C,  foi flagrado exigindo valores em dinheiro a um motorista, que estava trabalhando no bairro Tamoios em Cabo Frio. Posteriormente, no bairro Jardim Campomar, em Rio das Ostras, L.R.M, foi flagrado adotando o mesmo modus operandi e nas mesmas circunstâncias. A dupla de extorsionários foi detida e conduzida a cidade da polícia.

Reprodução

A Zona Oeste, assim como a Baixada Fluminense, está sendo monitorada diariamente por agentes especializados, com o objetivo de enfraquecer e liquidar toda e qualquer organização criminosa que tome posse dos direitos dos cidadãos locais. Entretanto, a atuação da delegacia não se restringe às duas áreas. A Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (DRACO) informa que todos aqueles que, direta ou indiretamente, participem de Organizações Criminosas, serão responsabilizados.

Tupi FM