terça-feira, 22 de fevereiro de 2022

Chega a 181 o número de mortes na maior tragédia de Petrópolis

Bombeiros fazem buscas por ao menos 104 desaparecidos. 
FERNANDO FRAZÃO/AGÊNCIA BRASIL

Bombeiros ainda buscam 89 pessoas que estão desaparecidas após a cidade ter sido atingida por forte temporal na terça (15)

Uma semana após a maior tragédia já registrada em Petrópolis (RJ), os bombeiros confirmaram que chegou a 181 o número de mortes na cidade da região serrana. 89 pessoas continuam desaparecidas e cerca de 800 ficaram sem suas casas após um temporal devastar o município na última terça (15).

Com o objetivo de ajudar na identificação e localização de vítimas, a Polícia Civil iniciou, hoje, um mutirão para coleta de DNA de familiares de desaparecidos na cidade.

Nesta tarde, as sirenes voltaram a tocar em 15 localidades para alertar a população, mais uma vez, sobre o risco de chuva forte e novos deslizamentos na região. O município se mantém no sétimo dia de estágio operacional de crise.

De acordo com a prefeitura, 853 pessoas estão abrigadas em 13 pontos de apoio montados em escolas da rede municipal de Petrópolis.

Em meio à mobilização de todo o país para ajudar a população afetada pela chuva, a PM prendeu um homem suspeito de se passar por policial civil para desviar doações. O caso é investigado pela 106ª DP (Itaipava).

RIO DE JANEIRO | Do R7