Carmen Lúcia participa de ‘reunião política’ na casa de Marta Suplicy e deputado quer o impeachment (veja o vídeo)

Foto reprodução

A ministra Carmen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), participou de um ‘encontro político’ organizado pela ex-senadora e ex-prefeita de São Paulo, Marta Suplicy.

O encontro teria ocorrido na última sexta-feira (28) e reuniu cerca de 34 mulheres líderes políticas, ativistas e intelectuais, além da própria ministra.

Entre as presentes estavam a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e a senadora Simone Tebet (MDB-MS), pré-candidata de seu partido à Presidência da República.

A reunião resultou em uma carta aberta "à nação, a presidenciáveis, a candidatos e candidatas" de todo o país. O grupo de mulheres defendeu uma série de pautas, a exemplo da descriminalização do aborto, o antirracismo, o estímulo e facilitação de candidaturas femininas e o não retrocesso nas leis sobre os direitos das mulheres.

Bibo Nunes criticou duramente a presença de Carmen Lúcia na reunião.

"Qual o sentido de uma ministra do STF se reunir no apartamento da ex-petista Marta Suplicy com mais 30 mulheres para debater política? O certo não é uma posição de neutralidade, ainda mais a anfitriã sendo uma esquerdista carimbada? A ministra deve respeitar a liturgia do cargo", criticou.

Na sequência, em vídeo gravado neste domingo (30), o deputado garantiu que irá pedir o impeachment da magistrada.

Veja o vídeo:

Jornal da Cidade Online

Postagem Anterior Próxima Postagem